Tópicos

freio

O pedal do freio do carro está duro ou fundo?

Possuir um veículo e mantê-lo funcionando não requer conhecimentos técnicos profundos. Contudo, exercer o bom senso e observação pode salvar o desempenho do carro, especialmente quando se trata dos itens de segurança. Reconhecer as variações do freio, por exemplo, é uma ação necessária para identificar quando é necessário que se faça intervenções.

Obviamente, manter as manutenções preventivas em dia é a ação principal para a resolução desse tipo de questão. Além disso, as revisões periódicas recomendadas pelo fabricante também são de extrema importância. Mas, incidentes podem acontecer nesses intervalos, então, é necessário estar atento aos sinais.

Especificamente quando se trata do sistema de frenagem a atenção deve ser redobrada. Isso porque, esse é um item fundamental na segurança do veículo e seus ocupantes.

Como você pode ver, vale a pena conhecer detalhe importantes do sistema de frenagem a fim de encontrar a melhor solução. E, se o seu pedal de freio está duro ou fundo, você vai precisar se atentar às informações a seguir.

Conheça melhor o seu sistema de frenagem

A fim de identificar possíveis problemas, primeiro você precisa entender minimamente o seu sistema de frenagem. Para isso, alguns termos e detalhes são muito importantes. Afinal, eles é que indicarão se está tudo bem ou se há algum ponto de atenção.

Entre os principais componentes desse sistema estão, por exemplo, a alavanca. Esse item é a ferramenta que aciona os freios nas rodas de trás e faz com que o veículo pare rapidamente. Além dela, e em conjunto com ela, o disco age nas rodas do carro fazendo com que, em um processo de pressão, o veículo desacelere gradativamente. E, claro, as pastilhas de freios concluem a tarefa, ajudando os discos na diminuição da velocidade quando são friccionadas.

O sistema também conta com o fluido, que ajuda a manter o sistema hidráulico. E, por fim, a parte mais visível é o pedal de freio. Afinal, é ele quem envia a mensagem de frenagem para os demais componentes e bloqueia as rodas do carro ao ser acionado.

Também compreende o sistema de freios o cilindro mestre, que leva o fluido até os pistões. Enquanto isso, o servo freio cumpre a missão de reforçar a quantidade de força no metal. Por sua vez, canos e mangueiras completam o bom desempenho do freio ajudando a controlar a pressão e atritos.

A propósito, a forma como eles estão também dão sinais de como está o funcionamento de todo o sistema. Os principais sinais que chamam a atenção é quando eles se encontram duros ou fundos. Se for esse o seu caso, é importante entender o que essas duas posições significam.

Reprodução Canva
Reprodução Canva

Pedal do freio duro

Quando indica um funcionamento normal, o pedal do freio precisa ser macio, suave e de pressão contínua. Ou, seja, quando o sente duro, isso é um sinal de que o mecanismo não está em seu pleno funcionamento.

Um pedal duro pode indicar diferentes questões. Isso pode acontecer quando o material utilizado é de baixa qualidade ou quando o próprio sistema de frenagem está com problema.

Entre os problemas possíveis, a rigidez do mecanismo também pode significar que há um problema no multiplicador de forças ou no servo freio. Talvez haja uma dificuldade com a própria estanqueidade da mangueira ou na vedação do servo freio.

Seja qual for a questão, a partir desse acontecimento você já saberá que há um problema ali. Então, essa é a hora de procurar um profissional especializado no assunto. Ele é quem dirá qual das hipóteses é a verdadeira e indicará qual seja a melhor solução para o assunto.

Pedal do freio fundo

Também chamado de pedal baixo, esse tipo de acontecimento também indica um acontecimento anormal no sistema de frenagem. Ou seja, trata-se de um problema que carece de observação e, claro, de solução.

De maneira geral, são duas as possíveis causas desse acontecimento. A primeira delas diz respeito ao desgaste de alguns componentes do sistema. Talvez esse desgaste tenha se dado nas lonas, nas pastilhas ou, quem sabe, nos dois. Então, depois de identificar o problema, a troca das peças é a solução mais eficaz.

O problema também pode ser um pouco mais grave. Essa sensação de pedal do freio baixo também pode denotar que há um vazamento em peças importantes como o cilindro mestre, nas tubulações, nas pinças ou mesmo no cilindro de roda. Quando isso acontece, a solução precisa ser imediata, já que pode levar a problemas ainda maiores como a perda total de freios.

 

Agora que você já sabe o que o pedal de freio pode indicar a depender de como está, é importante ficar de olho. Assim, ao perceber o menor indício de diferença na frenagem, poderá encontrar a melhor solução para o problema. Afinal, com segurança não se brinca, não é mesmo?

Clique e saiba como proteger seu veículo

Estamos com instabilidade no nosso número principal

(31-33734355)

Favor entrar em contato
pelos números abaixo: