Pneu run flat: tire suas dúvidas

Ao pesquisar marcas e modelos de pneus, você provavelmente já deve ter se deparado com uma infinidade de opções. Elas mudam de acordo com o perfil do automóvel ou com o estilo do condutor. E para quem quer mais segurança a bordo do veículo, uma dessas opções é o pneu run flat, que pode rodar longas distâncias mesmo sem pressão de ar. Quer saber mais? Então leia este post.

Como funciona?

Um pneu run flat é construído com um reforço em sua estrutura, que impede que ele “murche” totalmente. Em caso de esvaziamento, isso garante a continuação do trajeto sem a necessidade de parada e troca do pneu. Um modelo convencional, ao se esvaziar, entra completamente em contato com o solo, comprometendo o desempenho e a segurança, além de sofrer desgaste.

Quais os benefícios?

Em primeiro lugar, a segurança. Depois, a comodidade. Veículos com esse tipo de pneu, de acordo com a legislação brasileira, não têm a obrigatoriedade de transitar com o kit estepe. Isso significa peso a menos e espaço a mais no seu porta-malas.

Ele vem instalado de fábrica?

Em alguns veículos de alta performance, sim. Modelos Audi, BMW, Land Rover e Mercedes-Benz, por exemplo, já saem de fábrica com pneus flat run. Mas não se trata apenas de um objeto de borracha: o carro vem com todo o sistema tecnológico e a mecânico adaptados para esse sistema. Os sensores identificam a baixa pressão interna do pneu, mas mesmo assim, as características de dirigibilidade não são tão afetadas. A resistência à aquaplanagem e a derrapagens, por exemplo, continua.

Powered by Rock Convert

Posso colocar no meu carro?

Como esse tipo de pneu exige total adaptação do carro, não é recomendável que você o instale em um automóvel que não venha com esse modelo de série. Do contrário, o funcionamento tanto do carro quanto do pneu não serão os mesmos.

A durabilidade é a mesma dos pneus comuns?

Os fabricantes garantem que os pneus run flat duram o mesmo que os pneus convencionais. Mas, de acordo com pesquisas, eles se desgastam de 19% a 31% a mais.

E se furar, posso continuar rodando normalmente?

Sim. Em caso de esvaziamento do pneu, qualquer que seja a causa, o carro ainda pode andar de 80 a 150 quilômetros (depende da fabricante) sem perder a segurança. Mas a velocidade não deve ultrapassar os 80 km/h. Mesmo assim, o carro deve passar pela avaliação de um mecânico, que vai analisar se a roda sofreu algum dano. Algumas fabricantes não recomendam reparo desse pneu, porque o tempo e as condições de rodagem sem a pressão suficiente podem danificá-lo. Outras permitem apenas um reparo, desde que, em caso de furo, o dano não seja maior que 6mm de diâmetro e nem em outro lugar que não seja a banda de rodagem.

Quanto custa um pneu run flat?

A oferta de uma maior segurança ao veículo e aos ocupantes tem um preço alto. Em média, os pneus run flat podem custar até 3x o preço de um pneu comum. Além disso, a oferta desse modelo no mercado é baixa.
Nesse post, você viu as principais dúvidas sobre os pneus run flat. Já teve um modelo desses? Comente abaixo.

Confira: 5 equipamentos de segurança indispensáveis para o seu carro

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.