Manutenção preventiva: Quando trocar as palhetas do limpador de para-brisas?

limpador de para-brisas

Muitos componentes importantes do carro só recebem a devida atenção de alguns motoristas quando apresentam defeito. As palhetas do limpador de para-brisas são bons exemplos disso, principalmente porque só são usados em tempos chuvosos. Neste post, você aprenderá a identificar o momento certo para trocá-las e garantir o funcionamento seguro do seu veículo. Confira!

Manutenção preventiva

Manutenção preventiva é o conjunto de ações realizadas para reduzir ou impedir falhas no funcionamento de equipamentos em geral. Quando aplicada em veículos, reduz os custos com reparos e  da mesma forma aumenta a eficiência dos equipamentos. Para um melhor resultado, é importante seguir sempre as recomendações do fabricante.

Alguns dos itens que podem e devem ser incluídos na manutenção preventiva de veículos são os freios, as lanternas, os pneus e as palhetas do limpador de para-brisas.

As palhetas do limpador de para-brisas são itens de segurança muito importantes. Isso porque elas limpam o campo de visão do condutor e permitem que ele tenha maior segurança no trânsito. São geralmente usadas nos períodos chuvosos, como na primavera e no verão. No entanto, a época de maior desgaste é justamente quando o tempo está seco, isso porque tanto os raios ultravioleta quanto a falta de umidade causam um desgaste na borracha que reveste as palhetas. A mudança brusca de temperaturas também é um fator prejudicial para a durabilidade.

Cuidados com as paletas do limpador de para-brisas

Algumas pequenas ações durante o dia podem fazer toda a diferença na duração das suas palhetas. Limpar o para-brisa com frequência, além de melhorar a visibilidade, mantém as palhetas úmidas, o que evita o desgaste. Além disso, ao lavar o carro, o ideal é limpá-las apenas com um pano molhado com água, pois produtos químicos podem causar danos à borracha.

Powered by Rock Convert

Quando trocar as paletas do limpador de para-brisas?

As palhetas do limpador de para-brisas devem ser trocadas pelo menos uma vez por ano. Não fique preso, porém, a esse prazo: substitua-as assim que perceber que a drenagem ou a limpeza não estiverem sendo feitas corretamente. Faixas, riscos e outras marcas no para-brisa, além de ruído ou trepidação durante o funcionamento, também são fatores que indicam necessidade de troca.

Caso elas tenham sido substituídas recentemente e mesmo assim apresentarem alguma falha, o problema pode estar na regulagem dos braços do limpador. Esse é o mecanismo que se mexe para que as palhetas consigam acessar todo o campo de visão do condutor.

Outra dica importante é evitar comprar palhetas vendidas por ambulantes nos sinais de trânsito. Isso porque esses produtos nem sempre são fabricados de acordo com as normas de segurança. Adquirir peças sem procedência para o seu veículo pode trazer prejuízos de desempenho.

Essas são algumas dicas de manutenção preventiva para o seu veículo. O cuidado com as palhetas do limpador de para-brisa é fundamental para evitar acidentes, prejuízos e muita dor de cabeça. Ficou com dúvida sobre esse assunto? Comente abaixo.

Óleo lubrificante: conheça mitos e verdades

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.