Rastreador veicular ou seguro: saiba qual a proteção ideal

Neste post, vamos tirar dúvidas e ajudar você a escolher uma dessas opções com base no seu perfil.

Em um país tão perigoso como o Brasil, investir em segurança é indispensável para quem não quiser ter tanta dor de cabeça com acidentes e imprevistos no trânsito. Mas na hora de contratar um tipo de proteção ideal para o seu carro, há várias opções disponíveis no mercado. O rastreador veicular e o seguro automotivo representam os serviços mais contratados pelos motoristas para essa finalidade.

Seguro

O seguro veicular é um contrato firmado entre cliente e empresa, no qual uma quantia é paga pelo contratante. Caso algum acidente envolva o veículo segurado de alguma forma pré-estabelecida, o custo (total ou parcial) é arcado pela contratada.

Por variar de acordo com os perfis do cliente e veículo e ter a possibilidade de abranger qualquer risco ou dano a ser sofrido, incluindo a indenização no valor total do automóvel, o seguro pode ter um valor bem alto para o contratante. Isso porque, além do tipo de cobertura contratada (básica ou compreensiva, além das adicionais), as características do(s) utilizador(es) e do próprio veículo podem baratear ou encarecer – e muito – o valor da franquia. Até os locais por onde o veículo circula são levados em consideração na hora de fazer o contrato. Por exemplo: o valor do seguro para um jovem solteiro e recém-habilitado, que não possui garagem em casa e possui um veículo esportivo, é muito maior que o valor do seguro para um homem de 35 anos, casado, com anos de CNH e garagem privativa.

Rastreador veicular

O rastreador automotivo é um dispositivo que monitora e rastreia, 24h, a localização do veículo em tempo real. Instalado e operado por uma empresa, ele funciona por meio de informações via GPS (Sistema de Posicionamento Global por Satélite).

Powered by Rock Convert

Então, a principal diferença em relação ao seguro, além de não haver indenização em caso de dano, é a possibilidade de uso preventivo. Isso porque o usuário pode ter informações detalhadas sobre a localização e a velocidade do veículo, por exemplo. A utilização é a mesma para qualquer tipo de veículo, o que torna uma opção muito mais econômica. Além da excelente cobertura logística, a crescente tecnologia aplicada nos sistemas de rastreamento garante que, em caso de furto ou roubo, o veículo seja facilmente localizado e recuperado. O sistema pode ser facilmente utilizado pelo usuário para outros fins, como controle de rotas – tanto para traçar rotas seguras de direção quanto para acompanhar o trajeto do automóvel quando dirigido por outra pessoa -, controle de combustível e até manutenção preventiva. E como todo sistema, em algumas empresas, pode ser controlado por meio de um aplicativo sem ter necessidade de acionamento da central de atendimento.

Os veículos que possuem um rastreador veicular instalado podem ganhar descontos ao contratar um seguro automotivo. Algumas seguradoras reduzem, em até 30%, o total da apólice. Os valores variam de acordo com o modelo do veículo.

Conclusão

Como vimos, o seguro automotivo e o rastreador veicular são opções distintas para proteger o seu veículo. Por isso, antes de contratar um desses serviços, você deve levar aspectos importantes em consideração. São pontos como: riscos aos quais o seu veículo está sujeito, comportamento ao volante, serviços desejados e orçamento disponível. O uso de rastreador, porém, é indispensável mesmo com a contratação do seguro. Além de ter um baixo custo, ele se apresenta como uma solução mais eficiente e precisa. Que tal, então, combinar as duas opções?
Quer dar a sua opinião sobre o texto? Comente abaixo! E se quiser saber mais sobre como funciona um rastreador veicular, clique aqui.

Manutenção preventiva: Como cuidar do seu veículo

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.