Tópicos

partida a frio

Dicas para melhorar a partida à frio de carros flex

Quando os motores estão frios existe uma certa dificuldade para se dar partida nos carros em geral. Porém nos modelos flex esta dificuldade da partida a frio se faz ainda mais presente e ainda mais quando o tempo também está frio.

Por isso, criamos este artigo cheio de dicas para a partida a frio não ser mais um problema no seu carro flex . Leia o artigo e fique por dentro.

Como funciona a partida a frio?

O sistema de partida a frio surgiu para ajudar os modelos híbridos em quesito combustível, ou seja, etanol ou gasolina a dar partida.

Isso pois o etanol quando frio abaixo de 15 graus, condensa, dificultando a circulação do mesmo e assim a partida no carro.

Portanto, foi criado o sistema de partida a frio, que funciona por misturar a gasolina e o etanol sendo que a gasolina ajudará o etanol mesmo que muito frio chegar ao motor.

Assim será possível dar partida no carro, visto que o ponto de fulgor, ou seja o momento que a gasolina em contato com o oxigênio e uma fonte de ignição é maior se tratando de gasolina.

Todos os modelos flex possuem um tanque com uma reserva de gasolina para realizar essa partida, pois se fosse somente pelo etanol, seria um tanto quanto complicado.

Isso pois o ponto de fulgor do etanol é menor que a metade do ponto da gasolina.

No entanto, não se deve abastecer somente com etanol, lembre-se de colocar ao menos um pouco de gasolina.

Finalmente, existem algumas alternativas para a partida a frio não falhar e a mostraremos a seguir.

Tanque auxiliar

Como citamos anteriormente, um dos modelos de partida a frio dos carros flex é o tanque auxiliar. Neste, há um pequeno reservatório de gasolina destinado especialmente a essa tarefa de ajudar na partida do carro.

Este sistema integra a frota brasileira desde os anos 80 e vem facilitando e muito a vida dos donos de veículos flex.

No entanto existem alguns cuidados especiais com este pequeno reservatório de gasolina.

Primeiramente é recomendado colocar gasolina aditivada, pois esta evitará a formação de resíduos no tanque.

Segundo ponto diretamente ligado com o primeiro é não ficar longos períodos sem abastecer o carro, pois se não os resíduos poderão danificar alguma parte do sistema.

Finalmente mas não menos importante, verificar constantemente o sistema para se certificar que não há vazamentos ou resíduos se acumulando.

Pré-aquecimento

O segundo sistema de partida a frio é o pré-aquecimento. Este sistema funciona da seguinte maneira, ele esquenta o etanol antes que ele chegue ao motor.

Há uma luz no painel do carro que quando se vira a chave, deve-se esperar que esta luz apague, pois ela é responsável pelo sistema que aquece o etanol.

Assim que esta luz se apaga, o sistema estará pronto para receber e aquecer o combustível.

Este sistema em específico dispensa o tanque auxiliar e está presente em motores flex mais modernos.

Injeção direta

O presente sistema dispensa os dois citados anteriormente, uma vez que ele injeta combustível em alta pressão no motor.

A elevação da pressão no sistema de injeção faz com que o etanol evapore em parte, reduzindo a formação líquida e favorecendo a partida.

Cuidados para dar partida em carros flex

Há ainda alguns cuidados primordiais, principalmente quando se trata de dias frios para os modelos com partida a frio.

O primeiro dos cuidados é sempre estar de olho no sistema de velas e de ignição, pois será ali que acontecerá a explosão necessária para dar funcionamento ao motor.

Segundo o consultor de Assistência Técnica da NGK, empresa de velas de ignição, havendo desgaste nas velas ou se estas estiverem com sua vida útil curta, poderá afetar no desempenho da queima.

Não somente as velas desempenham papel importante, assim como todo o sistema de carga, a bateria e todo o conjunto que auxilia o veículo a ter uma combustão adequada em seu motor.

Quando reabastecer o tanque auxiliar?

Uma dica de ouro que nós o daremos é não deixar de observar sempre se há gasolina no tanque auxiliar. Pois se não houver especialmente em um dia frio, pode ser que você passará por um pequeno estresse.

Se nos certificarmos que há sempre combustível neste tanque auxiliar, que não possui um intervalo específico para ser reabastecido, quando precisarmos a gasolina estará lá para desempenhar seu importante papel.

Contudo, como explicamos um pouco anteriormente, é importante não deixar a gasolina mais do que três meses neste tanque, pois poderá gerar borras entupindo todo o sistema de tanque auxiliar.

Isso poderá causar problemas, visto que será necessário o desembolso do valor de uma vistoria. Quem sabe até substituição de peças que poderiam durar mais tempo.

Quer saber qual foi o compacto esportivo mais bem sucedido da história automotiva? Saiba tudo sobre o clássico Golf GTI.

Estamos com instabilidade no nosso número principal

(31-33734355)

Favor entrar em contato
pelos números abaixo: