O que você não sabia sobre o ar-condicionado do seu carro

Confira em nosso post de hoje algumas curiosidades sobre seu ar-condicionado que talvez você não sabia…

Em dias cada vez mais quentes e trânsitos cada vez mais lentos, dirigir com os vidros do carro abertos é quase um teste de resistência. E de segurança, já que isso torna o veículo mais vulnerável à ação de criminosos. Mas o uso do ar-condicionado do seu carro requer cuidados básicos para um bom funcionamento. Confira, neste post, informações valiosas para que você não fique, literalmente, no sufoco.

O ar-condicionado do seu carro é mais econômico do que você imagina

O principal mito relacionado ao ar-condicionado do seu carro é o alto consumo de combustível. Mas, atualmente, estudos comprovam que o aumento varia apenas entre 10% e 15%. Em alguns casos, porém, o funcionamento do dispositivo se mostra até mais vantajoso.

Em velocidades acima de 80 km/h, como em estradas, por exemplo, ligar o ar-condicionado é muito mais econômico que abrir os vidros do automóvel. Isso porque, com as janelas abertas, a entrada de ar afeta o desempenho aerodinâmico do carro, prejudicando o rendimento e exigindo mais potência do motor, aumentando o consumo de combustível.

O ar-condicionado pode ser instalado, mas não é recomendável

Donos de veículos sem ar-condicionado de fábrica podem instalar o equipamento em oficinas ou na própria revendedora. Mas especialistas afirmam que isso altera a estrutura do veículo, já que algumas peças não foram preparadas para receber um esforço maior. Além disso, a eficiência do sistema fica abaixo do normal, exigindo mais para fazer menos. O ideal, portanto, é trocar o veículo por um modelo que já tenha o sistema instalado originalmente pela montadora.

Powered by Rock Convert

Diminuir a ventilação aumenta a eficácia

Imagine você entrando em um carro estacionado sob o sol por horas. A primeira ação após girar a chave da ignição é ligar o ar-condicionado em sua potência máxima e aumentar as aberturas para saída do vento, não é? Pois saiba que esse método não é o mais eficaz.

Mesmo com o condensador em sua condição máxima de trabalho, o ar levará mais tempo para passar por ele se estiver em grande volume. E isso significa que, embora esteja saindo muito vendo, o carro vai demorar a atingir uma temperatura fria ideal, e consumir mais combustível para conseguir atender à demanda. O certo é dirigir por um tempo com os vidros abertos, para que a ventilação natural diminua a temperatura do habitáculo. E, ao ligar o ar-condicionado, diminuir o espaço para saída de ar garante uma melhor eficiência.

O Gás do sistema só precisa ser reposto em caso de vazamento

Sim, o sistema de ar-condicionado do seu carro funciona à base de um gás refrigerante. Ele é instalado junto com os outros componentes, mas não tem prazo de validade. A única atenção que se deve ter com esse gás é em caso de vazamento. Se houver, será facilmente percebido, já que influencia bastante no funcionamento do equipamento. O mesmo vale para o óleo do ar: só precisa ser trocado em caso de vazamento ou algum defeito no sistema.

Se não cuidar dos filtros, eles podem ser nocivos à sua saúde

O filtro do ar-condicionado do seu carro retém as impurezas do vento que vem de fora do veículo. Mas se você não o trocar a cada seis meses (ou de acordo com o tempo estabelecido no manual), pode ter problemas. Isso porque, com o acúmulo de sujeira, o ar não consegue passar pela peça. O que causa um esforço em todo o sistema. Além disso, a entrada de impurezas dentro do habitáculo pode causar problemas respiratórios. Já que com os vidros fechados reduzem a circulação de ar e expõem você a fungos, bactérias e outros seres. Por isso, na hora de fazer a manutenção preventiva, não se esqueça dos filtros de ar.

Como vimos, o ar-condicionado veicular é essencial para o bem-estar nos dias de hoje. Mas exige cuidados por parte do motorista. Quais cuidados você toma? Comente abaixo.

Cuidados com o seu veículo no inverno

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Powered by Rock Convert

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.