Cinto de segurança: muito mais que importante

cinto de seguranca

Muito se diz da importância de utilizar o cinto de segurança, mas algumas pessoas ainda não entendem a seriedade do assunto. É que temos o hábito de pensar que o pior nunca acontecerá com a gente, inclusive quando estamos em situações de pouca vulnerabilidade, por exemplo, quando pegamos o carro para andar por apenas alguns quarteirões. Acontece que o risco sempre existe e o melhor a fazer é se prevenir.

Veja a seguir algumas informações que vão te ajudar a entender a importância desse equipamento de segurança!

O que acontece em um acidente?

Para entender porque mesmo para ir na esquina é importante utilizar o cinto de segurança, tanto nos bancos da frente quanto nos bancos de trás, vamos ver alguns dados! Segundo o site Clube do Detran, em uma colisão entre veículos que estão a 40 km/h, o motorista pode ser atirado violentamente contra o para-brisa e até mesmo lançado para fora do carro. Não é possível, nessa velocidade, conter o impacto com os braços, pois o corpo humano aguenta apenas 3 vezes a quantidade do seu peso. Essa atitude só seria eficaz, por exemplo, a uma velocidade de até 10 km/h.

Segundo o mesmo site, 8 em cada 10 pessoas que não utilizaram o cinto de segurança morreram em acidentes, incluindo casos em que o automóvel estava a apenas 20 km/h. Esses são apenas alguns exemplos ilustrativos dos riscos de uma colisão e demonstram que a velocidade reduzida, isoladamente, não é garantia de segurança, o cinto sim! Vamos entender porquê.

Para que serve o cinto de segurança?

Você sabia que nem sempre os carros tiveram cinto de segurança? Pois é, então é possível imaginar que eles não foram inventados à toa. Esse equipamento tem a função de diminuir as consequências de um acidente de trânsito. Protegendo a vida dos usuários do veículo. Utilizado do modo correto, ele impede que o corpo do motorista seja lançado contra o volante e evita que qualquer um dos passageiros do carro seja lançado contra o para-brisa ou para fora do veículo.

Powered by Rock Convert

É preciso ter atenção redobrada a quem viaja no banco traseiro, pois em caso de colisão, se a pessoa não estiver utilizando o cinto, além do risco individual, ela pode ser lançada contra os passageiros da frente com um peso muito superior, devido à velocidade e ao impacto da batida.

Como utilizar o cinto de segurança corretamente?

Em primeiro lugar, é importante transformar o uso do cinto de segurança em um hábito. Por isso, só ligue o carro quando todos estiverem com os cintos. Fora isso, é importante observar que ele deve ficar sempre acima da coxa, nunca sobre o abdômen, centralizado e apoiado sobre o ombro. Outro cuidado é não deixá-lo nem muito ajustado nem muito largo.

As crianças precisam de cuidado especial!

Os cintos de segurança foram desenvolvidos com base em adultos de no mínimo 1,40 metros de altura. Portanto, eles não são o suficiente para proteger as crianças. Por isso, deve-se utilizar a cadeira adequada para o transporte dos pequenos. Ignorar essa advertência pode ser grave, pois um acidente ocorrido com apenas 12 km/h de velocidade é suficiente para resultar na morte de uma criança.

Diante de todas essas informações, não restam dúvidas de que o cinto de segurança é um equipamento fundamental que você nunca mais deixará de usar ou de alertar os outros passageiros para que utilizem. Mas ainda tem mais! Além de proteger você e as pessoas queridas contra acidentes, utilizar o cinto de segurança também protege o seu bolso.

Sabia que um único passageiro sem utilizar o cinto no veículo é uma infração grave. Afinal pode resultar em 5 pontos na carteira e pagamento de multa? Pois é, não custa nada ajustar os cintos antes de dar a partida! E, falando em multa, que tal saber mais sobre elas em nosso artigo: Multas de trânsito em viagens: como evitar.

Infrações de trânsito que poucos motoristas conhecem

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.