Carro: qual o melhor combustível para os modelos flex?

carro

O primeiro carro com motor capaz de funcionar com qualquer mistura entre gasolina e etanol, foi fabricado no Brasil e lançado em 2003. Desde então, os veículos com a tecnologia batizada de flex fuel vêm representando grande parte do total produzido pelo setor automobilístico, por possibilitar ao motorista escolher qual combustível ele usará. Essas opções, no entanto, apresentam características diferentes de composição, desempenho e preço. Neste post, você descobrirá qual combustível é o mais indicado para o seu carro flex. Confira!

Como funciona?

A tecnologia flex fuel se baseia em sensores que reconhecem qual o tipo de combustível ou teor de mistura está presente no veículo, ajustando o motor para consumir de forma mais favorável a substância em questão. Desde o início do século XX já haviam modelos comerciais com essa característica, mas os estudos mais avançados possibilitaram apenas o uso de misturas em que a quantidade de etanol não ultrapassasse os 85%. No Brasil, as pesquisas se iniciaram em 1994.

Quais as diferenças?

A gasolina é um combustível caracterizado pela octanagem, que é a resistência à compressão sem que sofra combustão. Na sua composição química, há diversos hidrocarbonetos, que são moléculas que queimam em temperaturas diferentes e geram a energia que movimenta o veículo. O etanol é composto de um único hidrocarboneto e por isso evapora de uma só vez. O nível de octanagem é mais elevado que o da gasolina, o que permite maior compressão do motor e, consequentemente, mais potência. Como desvantagem, essa maior octanagem causa um consumo mais elevado de combustível.

Powered by Rock Convert

E qual o melhor combustível para um carro flex?

Essa resposta depende de dois fatores: o perfil do motorista e o próprio carro. Cada combustível tem seus prós e contras. O etanol, por ter mais octanagem, é ideal para quem deseja mais potência do motor. Embora o aumento de desempenho possa ser maior ou menor de acordo com o veículo. Além disso, ele polui menos e é mais barato que a gasolina. Uma grande desvantagem é que ele pode se diluir no óleo lubrificante quando usado em pequenos trajetos urbanos, já que nesse caso o motor não chega na temperatura ideal. Por isso é recomendado trocar o óleo com maior frequência. Já a gasolina, além de ser mais indicada para ser usada na cidade, também rende mais que o etanol na estrada. Apesar de ser mais cara, geralmente, é a opção mais econômica quando se calcula a autonomia por litro de combustível.

Combinar os dois combustíveis causa uma piora no consumo e no desempenho na maioria dos motores. Por isso, é recomendado usar apenas um de cada vez. A cada 5 tanques abastecidos com uma das opções, porém, deve-se abastecer um tanque do outro combustível. Isso porque a gasolina limpa as impurezas deixadas no motor pelo etanol e vice-versa.

Como vimos, o melhor combustível para um veículo flex fuel é aquele que melhor se encaixar nos perfis do carro. Também no do motorista. Qualquer que seja a sua escolha, no entanto, abasteça em postos de confiança. Fique sempre atento à procedência e à qualidade do etanol ou da gasolina. Qual combustível você usa e por qual razão? Compartilhe conosco!

Manutenção: Dicas para escolher uma boa oficina

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.