Manutenção preventiva: 10 dicas para cuidar do 1º carro

manutenção preventiva

Ter o primeiro carro é o sonho de muitas pessoas. Seja novo ou usado, a conquista é sinônimo de muita alegria, mas também de grandes responsabilidades. Para motoristas de primeira viagem, a manutenção preventiva é muito importante para preservar o veículo em boas condições durante todo o período de uso e ainda garantir um bom valor na hora da revenda. Por isso, separamos 10 dicas importantes. Confira:

Carros novos têm garantia

Por lei, todo veículo novo tem pelo menos três meses de garantia. Há montadoras, no entanto, que estendem esse prazo a períodos bastante atrativos. Algumas delas chegam a oferecer cinco anos de garantia. Para o proprietário, isso é sinônimo de uma maior proteção contra danos e possíveis defeitos de fábrica. Para não perder esse direito, no entanto, é preciso seguir algumas regras como fazer as revisões em oficinas autorizadas e usar apenas as peças recomendadas, além de não instalar itens como som e alarme fora da concessionária.

Calibre os pneus

Independentemente da idade do veículo, os pneus precisam de atenção. Faça a calibragem a cada 15 dias e troque os pneus de acordo com as recomendações do fabricante.

Cuide da pintura

Manter o carro em perfeito estado é fundamental para o bom uso e ainda diminui a desvalorização na hora da revenda. Por isso, cuidar da pintura é essencial. Lave o veículo corretamente, não o deixe exposto à ação de fatores naturais e, se preciso, terceirize o serviço para obter melhores resultados.

Água

Todo carro precisa de água. Tanto o limpador do para-brisa quanto o radiador precisam ter seus reservatórios cheios (até o nível recomendado) para funcionarem. No caso do radiador, a falta de água pode causar um superaquecimento do motor e danos mais sérios.

Powered by Rock Convert

Carros usados precisam de manutenção preventiva e revisão imediata

Se o tão sonhado primeiro carro for usado, a manutenção preventiva se torna ainda mais essencial. Isso porque o antigo dono pode não ter tomado todos os cuidados necessários. Além disso, o desgaste natural das peças vai indicando que é preciso fazer uma revisão geral. Por isso, antes mesmo de fechar negócio, leve o veículo a uma oficina de confiança e peça um check-up. É melhor identificar possíveis problemas antes da compra do que ter surpresas desagradáveis depois.

Ar condicionado

A maioria dos cuidados referentes à manutenção preventiva podem ser tomados pelo próprio motorista. O ar-condicionado, presente em muitos veículos, é um dos itens que merecem atenção especial. O filtro precisa ser trocado periodicamente para não obstruir a passagem do ar e nem permitir que microrganismos passem através dele. Além disso, quanto mais força o sistema fizer para refrigerar o ar, mais combustível será gasto.

Kit obrigatório

Todos os veículos à venda no Brasil devem sair de fábrica com um kit contendo chave de roda, macaco, triângulo e um estepe. Esses itens são necessários para a troca de pneus em emergências. Por isso, é necessário verificar a presença do kit e o estado dos itens.

O estilo de direção também conta

O fato de adquirir um novo carro não significa que você deve sair pisando fundo por aí. Acelerar demais pode causar problemas ao veículo, além de fazê-lo ir à oficina mais cedo do que deveria. A direção defensiva deve ser sempre lembrada.

Carros novos e usados precisam de manutenção preventiva. Isso garante o perfeito funcionamento e reduz as chances de surgir imprevistos. Esteja sempre atento às instruções da montadora, da concessionária e dos fabricantes. Ficou com alguma dúvida? Comente abaixo.

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fale Conosco