5 dicas para trocar pneus sem mistérios

dicas para trocar pneus

Nesse post, vamos mostrar algumas dicas para trocar pneus de forma prática e rápida.

Trocar pneu furado é um assunto que deixa muito motorista assustado. Mas, ao contrário do que possa parecer, essa atividade é simples, sendo até desnecessário acionar o seguro para que ele a realize por você.  Até porque, mais cedo ou mais tarde, você vai precisar saber.

Esteja sempre preparado

Antes de pensar no que você deve fazer no caso de ter um pneu furado, você deve pensar se tem tudo o que precisa para trocar esse pneu. Afinal, nada pior que ser surpreendido por um imprevisto e ainda ficar na mão por não ter como resolver a situação. Você sabe onde fica o seu kit estepe? Sabe se o pneu reserva, o macaco, o triângulo e a chave de roda estão em boas condições? Lembre-se que esse kit é essencial para a segurança do seu veículo.

O estepe deve ser calibrado junto com os outros pneus, uma vez por semana ou, no máximo, a cada 15 dias. Mas a pressão dele deve ser maior. Leia o manual do veículo e siga as dicas para trocar pneus.

Não se desespere

Ninguém quer trocar pneu, ainda mais porque eles nunca avisam quando vão furar. Mas isso também não é motivo para desespero. Procure um local plano e afastado do trânsito. Se a via tiver acostamento, use-o. Se não, pode ser que você tenha que continuar dirigindo até achar esse local. Mantenha uma velocidade baixa e não percorra longas distâncias.

Dicas para trocar pneus: Sinalize

O primeiro item do kit estepe a ser usado é o triângulo, para aumentar a visibilidade do veículo e evitar acidentes. Coloque-o a, no mínimo, 30 metros da traseira do seu carro, ou, se preferir, use uma distância correspondente à velocidade da via. Por exemplo: se a velocidade máxima permitida for de 60km/h, coloque o triângulo a 60 metros do automóvel. Se preferir, também pode ligar o pisca-alerta e abrir o capô. Mas cuidado para não se tornar vulnerável à ação de bandidos.

Powered by Rock Convert

Não é força, é jeito

Se for o caso, retire a calota. Afrouxe as porcas com a chave de roda, girando no sentido anti-horário. Ela funciona como uma alavanca, então basta usar o peso do seu corpo e apoiar o pé para obter sucesso. Lembre-se de apenas afrouxar as porcas, e não as retirar por completo.

Posicione o macaco no local correto designado no manual. Esse local fica próximo à roda, e é indicado por um triângulo na lataria. Não apoie o macaco em nenhuma parte plástica, pois isso pode danificar seriamente o seu carro. Certo de que o macaco está no lugar correto, use o equipamento para levantar o carro e deixar um espaço livre maior que o pneu furado, já que o estepe cheio é mais alto. Feito isso, retire as porcas e as posicione novamente após tirar o pneu furado e encaixar o reserva no eixo.

Desça o veículo e, com ele no chão, aperte as porcas. Confira se está tudo certo e guarde tudo no porta-malas do carro.

Procure logo um mecânico

O estepe não tem a função de ser usado como os outros pneus. Ele é um substituto e, por ter dimensões (e uma função) diferentes, deve ser acionado apenas em casos de emergência. Por isso, assim que puder, vá ao mecânico e veja se é melhor reparar ou repor o pneu furado.

Fazer a troca de um pneu furado é bem simples e, se não for por culpa de um imprevisto, essa tarefa pode ser adiada. Não espere o pneu furar para trocá-lo. Fique atento aos indicadores de desgaste, ao prazo de validade e ao aparecimento de bolhas ou danificações. Tem mais alguma dica? Comente abaixo.

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fale Conosco