Chassi: o que cada número significa?

chassi

Saiba tudo sobre o chassi do seu veículo: o que é, para que serve, e qual o significado das letras e números do mesmo.

O chassi automotivo é uma estrutura de suporte sobre a qual a carroceria de um veículo é montada. Podendo ser feita de alumínio, aço, fibra de carbono ou qualquer outro tipo de metal rígido. Dessa forma, cada veículo sai de fábrica com uma sequência alfanumérica para identificar o chassi. Sendo assim, esse código é gravado na estrutura, no motor, nos vidros e na própria carroceria. Neste post, você vai aprender como identificar o chassi do carro. Confira!

Chassi

O código que identifica o chassi de um veículo automotor é composto por 17 caracteres, com números e letras. Eles formam um código com informações como por exemplo sobre o ano de fabricação. Também a origem, o fabricante, o motor, a carroceria e outros dados. Esse número chamado de VIN (vehicle identification number) que em inglês significa “Número de Identificação do Veículo”, é uma forma universal de registro.

Significado

Um chassi normalmente é dividido em 3 blocos alfanuméricos. Aprenda o que cada um deles significa:

WMI

O identificador de fabricante mundial é o primeiro e menor bloco. Os três primeiros caracteres do chassi dizem respeito à origem do veículo.

O primeiro deles pode ser um número ou letra que aponta a região onde aconteceu a produção. Em veículos brasileiros, geralmente é grafado o número 9, que representa a América do Sul. O segundo indica o país de origem. O Brasil é representado pela letra “B”. Já o terceiro caractere indica a montadora. Por exemplo: a Volkswagen é identificada pela letra “W”, a Ford pela “F” e a General Motors pela “G”.

VDS

Esse grupo alfanumérico traz informações sobre a “seção descritiva do veículo”. São 6 caracteres, mas que podem trazer informações diferentes. Assim, Isso varia de acordo com a montadora e a região onde o veículo é produzido. Ainda Podem haver no VDS informações como:

VIS

Os 8 caracteres restantes do chassi de um veículo automotor formam o VIS, ou a “seção indicadora de veículo” em tradução do inglês. Assim, um desses números é o dígito verificador para controle interno. O restante traz informações mais específicas sobre o veículo, como ano e local de fabricação, que podem ser identificados por números ou letras. Além disso, o VIS contém um número de série, que é uma sequência numérica de produção. Ou seja, isso garante que, mesmo que dois veículos da mesma marca, do mesmo modelo e com as mesmas características sejam montados em uma mesma fábrica, eles tenham chassis diferentes. Veja abaixo uma tabela com o significado de cada letra ou número:

Powered by Rock Convert

chassi

Letras proibidas

Uma norma brasileira de 2001 determina que nenhum chassi de veículo fabricado no Brasil possua as letras O, I e Q. pois da mesma forma elas podem ser facilmente confundidas com outros caracteres.

Essas são as informações que o chassi de cada automóvel carrega. Assim, de acordo com o artigo 311 do Código Penal Brasileiro, é crime “adulterar ou remarcar número de chassi ou qualquer sinal identificador de veículo automotor, de seu componente ou equipamento”, bem como, pena prevista de 3 a 6 anos de prisão, além de multa. Ainda ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Comente abaixo.

Chassi remarcado (REM)

Em alguns casos o chassi dos carros precisam ser remarcados por alguns motivos. Principalmente quando a estrutura do carro é danificada por algum motivo como batidas, raspagem de numeração por bandidos, ação de ferrugem, entre outros. Em virtude disso o veículo que tem seu chassi remarcado sofre perda de valor de mercado, e muitas seguradoras não fazem seguro para esses veículos.

Como remarcar o chassi?

Primeiramente, para ser realizada a remarcação do chassi do veículo é preciso a autorização do Detran do seu estado. Para isso, o veículo deve estar com a documentação em dia e não pode ter multas em aberto.

Primeiro é necessário fazer uma vistoria para identificar a necessidade de remarcação do chassi. E após isso é preciso fazer uma re-vistoria para poder remarca o chassi. Para isso, é cobrada uma taxa. Exceto em caso de furto e roubo, apresentando o laudo do instituto de criminalística.

Após isso, você deve pagar uma taxa de autorização de remarcação, que é realizada por uma empresa credenciada ao Detran. Feita a remarcação é necessário retornar para uma vistoria final isenta de taxas. Mas ainda há taxas relacionadas a emissão do CRV e Licenciamento do veículo.

Conheça as cidades com mais congestionamentos no Brasil

E ai, gostou do nosso post? Então se inscreva em nossa newsletter e fique por dentro de todos

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fale Conosco