Tópicos

carro a gás

Carro a gás: prós e contras

Encontrar oportunidades melhores de combustíveis para os veículos vem se tornando uma questão de sobrevivência para os condutores e gestores. Afinal, as constantes altas dos combustíveis tradicionais estão trazendo enormes prejuízos para quem depende do transporte. Assim, a grande questão que surge é sobre a utilização do carro a gás.

Contudo, antes de tomar a decisão de alterar o combustível do seu carro, vale a pena conhecer algumas informações a respeito. Afinal, como tudo o mais na vida, essa é uma discussão que cabem vantagens e desvantagens. Então, descubra esses detalhes a seguir antes de dar entrada no seu processo.

Vantagens de um carro a gás

Obviamente, quem procura por essa alternativa está buscando melhorias para o seu deslocamento, não é mesmo? Então, é importante conhecer cada vantagem esperada a fim de saber o que esperar de um veículo movido a gás.

Preço mais atrativo

A primeira vantagem do abastecimento com GNV (Gás Natural Veicular) diz respeito, exatamente, à principal reclamação do consumidor. De maneira geral, um carro a gás costuma precisar de menos investimento para o abastecimento. Dizemos “de maneira geral” por um simples aspecto: assim como os demais combustíveis, momentos de crise podem elevar o preço.

Contribuição ecológica

Um carro a gás também contribui positivamente para o equilíbrio ambiental. Isso acontece a partir da diminuição significativa da quantidade gases emitida na natureza. Para se ter uma ideia, trata-se de uma emissão 15% menor em relação ao etanol, e 20% a menos em relação à gasolina. Isso acontece por causa da completude da sua queima e leveza em relação ao ar.

Preserva o escapamento

Além disso, a utilização de GNV aumenta a vida útil do escapamento, já que não possui a concentração de água que a gasolina e o álcool produzem. Como resultado, o escapamento pode ter sua durabilidade aumentada em até 20% em relação às peças de carros movidos a gasolina ou álcool.

Faz o óleo durar mais

Outro aspecto significativo da economia diz respeito à duração do óleo. Como você já  deve ter percebido, o GNV é um combustível muito mais limpo e, assim, não contamina o óleo lubrificante do motor. Aqui se tem, então, mais um motivo de economia, já que o condutor precisará fazer a troca com menos frequência.

Reprodução - Canva
Reprodução – Canva

Desvantagens de um carro a gás

Mas, nem só de vantagens vive um carro a gás, não é mesmo? Aliás, nada da vida funciona assim, de modo que o ideal é que se faça a escolha com base na relação entre o custo e o benefício. Pensando nisso, é importante conhecer as desvantagens a seguir antes de considerar a troca.

Diminuição do espaço disponível

Para quem precisa muito do espaço do porta-malas, esse vai ser um ponto bastante negativo. Isso porque, um carro a gás precisa receber a estrutura de carregamento, e é lá onde ela costuma ser posicionada. Então, especialmente em carros onde esse espaço é pequeno, é preciso considerar a perda do espaço.

Diminuição da potência

Contudo, o espaço no porta-malas não é a única perda de um carro a gás. Isso porque, ao fazer essa adaptação, se perde também em potência do veículo.

Um veículo movido a gás vai, consequentemente, carregar mais peso, o que faz com que o motorista tenha que acelerar mais para se movimentar. Nesse processo se perde também um pouco da eficiência da embreagem. Ao fim de tudo, a perda se dará em torno de 4% do desempenho tradicional.

Perda de garantia de fábrica

Se você pensa em fazer a transição em um carro 0 km, precisará pensar um pouco mais sobre o assunto. Por causa da modificação da estrutura para receber o combustível, o seu veículo vai perder a garantia de fábrica. Assim, caso opte pela alteração, você ficará por conta própria em casos de problemas com o carro.

Falta de estrutura para abastecimento

Finalmente, considerar a estrutura de abastecimento disponível ao seu redor também é uma boa ideia. Embora a adoção desse tipo de combustível esteja crescendo no país, ainda não se encontra uma bomba a gás em qualquer lugar.

Como fazer a transição?

Agora, sim, após considerar todas as vantagens e desvantagens, e decidindo pela transição, o que se deve fazer? Essa é uma pergunta comum, e bastante importante, já que não basta apenas se dirigir até uma oficina e solicitar a troca de combustível.

A fim de transformar o seu veículo em um carro a gás, você precisará cumprir alguns trâmites burocráticos. Além de fazer a adaptação apenas em empresas credenciadas pelo Inmetro, seu veículo ainda precisa passar por uma vistoria anual no mesmo órgão, a fim de ter autorização para transitar por aí.

Clique e saiba como proteger seu veículo!

Estamos com instabilidade no nosso número principal

(31-33734355)

Favor entrar em contato
pelos números abaixo: