Como fazer gestão de frotas em pequenas empresas?

gestão de frotas em pequenas empresas

A gestão de frotas é uma forma inteligente de administrar os recursos relacionados à logística de uma empresa. Com ela, é possível prevenir gastos, otimizar os processos e aumentar o rendimento da frota, mesmo que tenha poucos veículos. Separamos algumas dicas para a implantação da gestão de frotas em pequenas empresas. Confira!

Por que implantar a gestão de frotas?

Independente do tamanho da sua empresa ou a quantidade de veículos, você precisará de uma gestão de frotas eficiente. Dentre os principais motivos para começar a fazer a gestão de frotas da sua empresa, estão:

— Cuidar melhor dos motoristas;

— Cuidar melhor dos veículos;

— Ter clientes mais satisfeitos;

— Reduzir custos;

telemetriaPowered by Rock Convert

— Aumentar a produtividade.

Como fazer a gestão de frotas em pequenas empresas?

Invista nos condutores

Se você tem uma frota, os motoristas são fundamentais na sua empresa, certo? Afinal, eles são os responsáveis por operar os veículos e executar parte da estratégia logística. Por isso, você precisa qualificá-los. O ideal é conscientizá-los sobre a estratégia em relação à gestão de frotas e padronizar o uso dos veículos.

Controle os gastos

Cada gasto precisa ser registrado. Esse é o princípio básico para conseguir um controle das finanças. Colocando os valores detalhados em uma planilha, por exemplo, você consegue saber quais são os maiores custos da empresa. Dessa forma, é possível analisar quais os setores ou serviços que mais exigem atenção, prevendo os gastos futuros e realizando ações para eliminar o desperdício.

Controle cada veículo

O combustível e a manutenção são dois dos maiores gastos de uma empresa. Tendo o controle sobre cada veículo, é possível aumentar a produtividade e reduzir gastos. Uma dessas formas é realizando a manutenção preventiva, já que além de evitar a ociosidade da frota, reduz manutenções corretivas e evita gastos maiores com sinistros. O ideal é criar um cronograma de revisões para cada veículo, prevendo os prazos para trocas de óleo e de outras peças de desgaste natural.

Outra forma de controlar cada veículo de uma frota é instalando rastreadores. Esse equipamento traz vários benefícios, pois dentre outras funções, garante a segurança dos produtos transportados e também da frota em caso de furtos ou roubos. Além disso, um rastreador pode ser bem útil para calcular rotas, otimizando o consumo de combustível e reduzindo o tempo de deslocamento. Para o controle individual de cada veículo, o sistema de rastreamento ajuda calculando os quilômetros rodados, medindo a velocidade média e fornecendo informações importantes em tempo real, que podem ser acessadas à distância.

Estabeleça metas

Com todos os dados dos quais você precisa à mão, fica fácil estabelecer metas para melhorar o seu negócio. Elas podem ser medidas em meses, trimestres, semestres e anos, de acordo com a sua preferência. Dessa forma, é mais fácil ajustá-las de acordo com os resultados obtidos.  Alguns exemplos de metas são:

  • — Quantidade e valor das multas;
  • — Custo de manutenção;
  • — Custo por km rodado;
  • — Custo de sinistro por veículo.

Essas são algumas das principais dicas sobre gestão de frotas em pequenas empresas. Com planejamento e um bom empenho na execução da estratégia, você conseguirá resultados em pouco tempo. Ficou com alguma dúvida? Comente abaixo.

[]
1 Step 1
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Fale Conosco